Avaliação econômico-financeira da primeira grande privatização do Governo Bolsonaro: Petrobras Distribuidora

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Boscov, Camila Pereira
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A privatização de uma companhia estatal sempre foi pauta importante de debates econômicos e políticos no Brasil, a criação de diversas estatais se deu ao longo da história do país e muito se questiona sobre a importância dessas instituições. Esse é um tema que também ganhou muita relevância nos últimos anos com os diversos casos de corrupções envolvendo essas empresas, exemplo da Operação Lava-Jato, e com a entrada do Governo Jair Bolsonaro que afirma ter um viés liberal na economia com um foco na redução do tamanho do estado. Nesse sentido, o presente trabalho visa avaliar os impactos da primeira grande privatização desse governo: a Petrobras Distribuidora. Com mais de 7.800 postos espalhados por todo o território nacional, é a maior empresa de distribuição de combustível do país, um setor vital para uma economia pautada por uma matriz rodoviária. Mais adiante, a análise contábil das demonstrações financeiras da Petrobras Distribuidora permite identificar as principais mudanças na empresa depois de se tornar privada, sendo possível avaliar se esse evento está sendo positivo ou negativo para a empresa até o momento, o que abrange entender como isso impacta seus acionistas e clientes. Em suma, a privatização permitiu que a diretoria fizesse diversas melhorias operacionais na empresa como redução de fornecedores e de funcionários, sendo que puderam ser percebidos alguns indícios de impactos positivos nos trimestres seguintes ao evento, apesar da crise do coronavírus ter dificultado a análise.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Rocha, Ricardo Humberto
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação