Industrialização tardia: os processos desenvolvimentistas de Brasil e Coreia do Sul (1945-1986)

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Cantarino, Nelson Mendes
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2015
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo deste trabalho é entender e, em certa medida, comparar, as primeiras décadas do processo de industrialização do Brasil e da Coreia do Sul, com foco no papel das políticas governamentais – em especial as de substituição de importação e de incentivo às exportações – nos mesmos. Foram estudadas as estratégias desenvolvimentistas de cada um dos países desde 1945 até meados da década de 1980, formando um retrato da estruturação de seus processos de desenvolvimento econômico e industrial, além de político. Apesar de os dois países terem-se valido de políticas de substituição de importação, a Coreia rapidamente passou a promover as exportações, enquanto o Brasil demorou mais para fazê-lo e mesmo assim seguiu protegendo a indústria demasiadamente. É imprescindível mencionar que não só as estratégias focadas em importações ou exportações foram determinantes no sucesso industrial desses países, mas também outros fatores políticos, sociais e históricos.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Leite Neto, Fernando Ribeiro
Oliveira, Vinícius De Bragança Müller e
Área do Conhecimento CNPQ
Citação