Mensuração De Preferências Em Saúde: Uma Comparação Do Sf-60 Brasil Com Derivações Do Sf-36, Em Pacientes Com Artrite Reumatóide

Carregando...
Imagem de Miniatura
Autores
Campolina, Alessandro Gonçalves
Ferraz, Marcos Bosi
Ciconelli, Rozana Mesquita
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Artigo Científico
Data
2010
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Objetivo: Comparar as medidas de preferência derivadas do SF-36, por diferentes métodos, com medidas de preferência obtidas a partir da versão brasileira do questionário Short-Form 6 Dimensions - Brasil (SF-6D Brasil). Métodos: Estudo observacional e transversal. Foram aplicados os instrumentos de avaliação de qualidade de vida: HAQ, SF-36 e SF6D. Foram obtidas medidas de preferência derivadas do SF-36 conforme os algoritmos desenvolvi dos por Fryback, Nichol, Lundberg e Shmueli. Estatísticas descritivas e coeficientes de correlação foram usados para a análise dos resultados. Resultados: Foram avaliados 200 pacientes portadores deartrite reumatóide. O SF-6D e as preferências derivadas a partir do SF-36 apresentaram correlações significativas entre si, com coeficientes de Pearson variando de 0,69 a 0,92 (p<0,01). Conclusão: O SF 6D e os diferentes métodos de derivação de preferência a partir do SF-36 apresentam correlações moderadas a fortes entre si. Tanto a aplicação do questionário SF-36, como a do questionário SF-6D Brasil, podem ser fontes importantes de medidas de preferência para a aplicação em análises econômicas em saúde, no contexto brasileiro.

Titulo de periódico
Acta Reumatológica Portuguesa
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências da Saúde
Citação