Uma análise sobre os efeitos da educação no tamanho médio das firmas

dc.contributor.advisorMARCELO RODRIGUES DOS SANTOS
dc.contributor.authorBarrena, James Otavio
dc.coverage.spatialSão Paulo, SPpt_BR
dc.creatorBarrena, James Otavio
dc.date.accessioned2021-09-13T03:15:44Z
dc.date.accessioned2020-08-13T00:49:05Z
dc.date.available2021-09-13T03:15:44Z
dc.date.available2019
dc.date.available2020-08-13T00:49:05Z
dc.date.issued2019
dc.date.submitted2019
dc.description.abstractO tamanho médio das firmas é um importante indicativo sobre o grau de produtividade e desenvolvimento das economias. Dessa forma, entender os fatores que fazem com que países mais desenvolvidos possuam, em média, firmas com um maior número de empregados, auxilia conjuntamente no entendimento de sua produtividade. A literatura de macroeconomia do desenvolvimento possui diversos trabalhos já documentados sobre como o avanço tecnológico é relevante na determinação do tamanho das firmas, porém tem explorado em menores proporções a contribuição do capital humano, como atendimento educacional, nesse contexto. Dessa forma, o presente trabalho buscou mensurar quantitativamente qual o papel da educação da população e dos empreendedores na determinação do tamanho das firmas. Os resultados encontrados, via estimação de dados em painel, sugeriram que um maior atendimento em ensino secundário, quando considerada a população do país como um todo, tem um impacto positivo no tamanho das firmas. Um aumento de 10 p.p nesse atendimento aumenta, em média, 8% o tamanho médio das firmas. Da mesma forma, o aumento de 10 p.p no share de empreendedores com ensino superior aumenta, em média, 14% o tamanho médio das firmas, pelas estimações encontradas. Além disso, em linha com outros trabalhos da literatura sobre má alocação dos recursos, encontrou-se uma forte correlação entre fatores institucionais causadores de misallocation, como qualidade legislativa, e tamanho das firmas sendo essa última a variável de maior relevância no modelo. Os resultados positivos entre educação e tamanho médio das firmas prevalecem mesmo controlando as estimações com proxies de má alocação dos recursos. Conclui-se, portanto, que uma melhora no nível educacional na população e, principalmente dos empreendedores, conjuntamente realizadas com melhoras institucionais que diminuam a presença de misallocation tendem aumentar o tamanho médio das firmas das economias da amostra e podem ser um importante driver para melhora de produtividade dos países.pt_BR
dc.description.otherThe average establishment size is an important indicator of productivity and development degree of economies. In this way, understand the factors that make countries have, on average, more firms with a larger number of employees, assisting jointly in understanding their productivity. The literature on development macroeconomics has several previously documented works on how technological advancement is relevant in determining firm size, but it is explored lower to extent with the contribution of human capital as educational assistance in this context. Thus, this paper seeked to measure quantitatively how much population and entrepreneurs’ education is important in determining the average firm size. The results found by applying panel data suggested that higher secondary school attendance, when considered the whole country's population, has a positive impact on firm size. An increase of 10 pp in this service increases, on average, 8% the average firm size. Similarly, the increase of 10 pp in entrepreneurs’ share with tertiary education increases, on average, 14% the average of firm sizes, according to the estimates found. In addition, in line with other papers it was found a strong correlation between institutional factors causing misallocation, such as rule of law, and firm size. This last information was the most relevant variable in the model. Positive results between education and average firm size prevail even as estimates with proxies for misallocation. I concluded, therefore, which improves an educational level in the population, and especially of entrepreneurs, along with the best institutional ones, which decreases the presence of misallocation, increases the average firm size of the sample’s country and can be an important driver for improvements in productivity of this economies.pt_BR
dc.format.extent46 p.pt_BR
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.insper.edu.br/handle/11224/2577
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.uriTODOS OS DOCUMENTOS DESSA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEMpt_BR
dc.subjecttamanho das firmas, educação, produtividade, má alocação dos recursos, dados em painel.pt_BR
dc.titleUma análise sobre os efeitos da educação no tamanho médio das firmaspt_BR
dc.typemaster thesis
dspace.entity.typePublication
local.contributor.boardmemberSantos, Eduardo Correia Dos
local.contributor.boardmemberPereira, Thiago Neves
local.typeDissertaçãopt_BR
relation.isAdvisorOfPublicationf5092fc6-447e-42ae-b50c-f7a691a5c9a5
relation.isAdvisorOfPublication.latestForDiscoveryf5092fc6-447e-42ae-b50c-f7a691a5c9a5
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
JAMES BARRENA.pdf
Tamanho:
594.82 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: