Diferencial de salário por ocupação e atividade das mulheres brasileiras de acordo com seu estado conjugal

dc.contributor.advisorMadalozzo, Regina Carla
dc.contributor.authorGomes, Carolina Flores
dc.coverage.spatialSão Paulopt_BR
dc.creatorGomes, Carolina Flores
dc.date.accessioned2015-03-20T13:30:19Z
dc.date.accessioned2021-09-13T02:24:44Z
dc.date.available2015-03-20
dc.date.available2015-03-20T13:30:19Z
dc.date.available2021-09-13T02:24:44Z
dc.date.issued2010
dc.date.submitted2010
dc.description.abstractA união consensual, também chamada de coabitação ou união informal, é um fenômeno que vem se tornando mais freqüente nas últimas décadas, não somente no Brasil, mas em diversos países da América e Europa. Baseado nessas informações, alguns estudos analisam o impacto do casamento nos salários das mulheres. Esse artigo tem em vista capturar os efeitos no salário das mulheres brasileiras, de acordo com seu estado conjugal, levando em consideração características individuais de cada uma. A análise feita através do método de mínimos quadrados ordinários, fazendo uso dos controles para dois problemas de seleção das mulheres (participação no mercado de trabalho e escolha do estado conjugal), mostrou que há um diferencial de até 15% entre os salários das casadas e solteiras e de até 3% entre os salários das casadas e coabitantes.pt_BR
dc.description.otherThe consensual union, also known as cohabitation or informal union is a phenomenon that has becoming more frequent in the last few decades, not only in Brazil, but in many countries from Europe, South America and North America. Based on that information, some academics researches analyze the impact of marriage in women's wages. This article has the purpose to analyze the effects on Brazilian women's wages depending of marital status and taking in consideration the individuals characteristics of each one. The analysis is done by using the ordinary least square method (OLS). Making use of controllers for both problems in women selection (participation in the labor market and choice of marital status) have showed that there is a difference up to 15% between the wages of marriage and single women and 3% between the wages of marriage and cohabiting women.pt_BR
dc.format.extent36 f.pt_BR
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.insper.edu.br/handle/11224/563
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.licenseTodos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.pt_BR
dc.subjectCasamentopt_BR
dc.subjectCoabitaçãopt_BR
dc.subjectDiferencial de saláriopt_BR
dc.subjectMínimos quadradospt_BR
dc.titleDiferencial de salário por ocupação e atividade das mulheres brasileiras de acordo com seu estado conjugalpt_BR
dc.typebachelor thesis
dspace.entity.typePublication
local.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Carolina Flores Gomes_trabalho.pdf
Tamanho:
238.94 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Texto Completo
N/D
Nome:
Carolina Flores Gomes_aluno.pdf
Tamanho:
554.31 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Indisponível - Autorização Aluno
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: