Diferencial de salário por ocupação e atividade das mulheres brasileiras de acordo com seu estado conjugal

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Madalozzo, Regina Carla
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2010
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A união consensual, também chamada de coabitação ou união informal, é um fenômeno que vem se tornando mais freqüente nas últimas décadas, não somente no Brasil, mas em diversos países da América e Europa. Baseado nessas informações, alguns estudos analisam o impacto do casamento nos salários das mulheres. Esse artigo tem em vista capturar os efeitos no salário das mulheres brasileiras, de acordo com seu estado conjugal, levando em consideração características individuais de cada uma. A análise feita através do método de mínimos quadrados ordinários, fazendo uso dos controles para dois problemas de seleção das mulheres (participação no mercado de trabalho e escolha do estado conjugal), mostrou que há um diferencial de até 15% entre os salários das casadas e solteiras e de até 3% entre os salários das casadas e coabitantes.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação