Reputação corporativa: impacto no valor de mercado das companhias abertas brasileiras

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Sanvicente, Antonio Zoratto
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2010
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A reputação corporativa tem despertado interesse relevante em pesquisas na área de estratégia, principalmente devido ao argumento de que as empresas com boa reputação podem com isso obter vantagens competitivas de imitação mais difícil pelos seus concorrentes. Porém, é necessário verificar se as empresas com melhores índices de reputação conseguem transformar estas vantagens em aumentos de valor para os seus acionistas. Roberts e Dowling (2002) estudaram a performance de “As Empresas Mais Admiradas da América” e encontraram relações significantes com os seus retornos sobre o ativo (return on assets - ROA) em companhias abertas negociadas nos Estados Unidos. Lameira et al. (2007) estudaram o impacto de indicadores de governança corporativa no valor de companhias abertas brasileiras e também encontraram relações significativas. Este trabalho se baseia nestes dois estudos e procura testar empiricamente a relação entre reputação corporativa e valor de mercado das companhias negociadas no mercado acionário brasileiro. Os dados analisados, referentes aos anos de 2002, 2003, 2004 e 2005, apresentaram relações estatisticamente significantes entre a pontuação das empresas no ranking setorial de “As Empresas Mais Admiradas do Brasil” e a sua relação entre valor de mercado e patrimônio líquido contábil, Market-to-Book ratio, sugerindo que as empresas com melhor reputação corporativa obtêm maior avaliação pelo mercado de ações.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Machado, Sergio Jurandyr
Kayo, Eduardo Kazuo
Área do Conhecimento CNPQ
Citação