Value-at-Risk ajustado para liquidez

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Brito, Ricardo Dias De Oliveira
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2012
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Neste trabalho é realizada a aplicação da metodologia de VaR ajustado para liquidez, baseado nos componentes de spread de compra e venda proposto por Angelidis e Benos (2005), estendendo o estudo a uma carteira que contém ações negociadas no mercado brasileiro. Os componentes do spread de compra e de venda são analisados e os resultados apontam para uma superioridade das medidas associadas à direção da operação (trade direction) em relação às medidas relacionadas ao volume negociado. O risco total é decomposto em risco de preços (VaR) e risco de liquidez. O risco de liquidez representou cerca de 6,6% do risco total para uma carteira composta por ações de menor liquidez,enquanto representou apenas 1,5% do risco total para uma carteira composta por ações mais líquidas. A comparação entre o modelo tradicional de VaR e o VaR ajustado por liquidez é feita pelo requerimento de capital que cada modelo exigirá, seguindo os preceitos do Comitê da Basileia.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação