O impacto da experiência das empresas brasileiras em operações de M&A no seu desempenho

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Devido ao alto volume de dinheiro que é movimentado anualmente, há um crescente interesse do mercado no entendimento das operações de M&A (Fusões & Aquisições, em inglês). Com isso, faz-se necessário entender os resultados de tais transações para decisões da firma e se o uso delas para estratégia contínua de crescimento faz sentido. O presente estudo busca descobrir se as empresas que efetuaram M&A tiveram desempenhos superiores em relação às que não o fizeram e se o constante uso de tal ferramenta possui correlação com a melhora desse desempenho ou se, em algum momento, o excesso de transações pode prejudicar a firma. Para isso, foram analisadas somente as transações nacionais, de empresas públicas que adquiriram o controle acionário da empresa-alvo e que ocorreram após o Plano Real (antes disso a economia brasileira era muito conturbada). Os resultados indicam que não houve melhor desempenho contábil das empresas que efetuaram M&A em relação às que não efetuaram e mostram que a relação entre desempenho e experiência anterior em M&A apresentam uma função quadrática, onde há um crescente ganho de desempenho seguido por ganhos decrescentes, conforme a empresa acumula mais transações no médio e longo prazos. Os resultados deste estudo são relevantes para agregar conhecimento sobre a estratégica corporativa no âmbito de fusões e aquisições brasileiras.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação