The impact of size of the firm and exchange rate in the export propensity of domestic and foreign owned firms in a developing country: a study of the Brazilian exporters

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Boehe, Dirk Michael
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2012
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Integrando a visão baseada em recursos e teoria sobre taxas de câmbio, este estudo analisa a propensão à exportação de empresas controladas por capitais domésticos e estrangeiros. Dados em painel de 214 das maiores empresas com atividade no Brasil, entre os anos 2001 a 2010, são usados numa regressão logística com efeitos fixos. Os resultados mostram que, dependendo da fonte de controle da empresa, o tamanho e a taxa de cambio real efectiva afectam a propensão à exportação de formas diferentes. Tamanho tem um impacto positivo na propensão à exportação de empresas estrangeiras, enquanto a taxa de câmbio real efectiva tem um efeito fraco, mas positivo na propensão à exportação das empresas domésticas.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Área do Conhecimento CNPQ
Citação