Estudo sobre os instrumentos de distribuição de lucros no cenário brasileiro.

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Andrea Maria Accioly Fonseca Minardi
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Quando uma empresa tem excesso de lucro, ela pode constituir reserva, investir esse recurso no próprio negócio ou distribuir para os acionistas como caixa (dividendos) ou como ações (recompra de ações). Esse estudo visa compreender quais são os determinantes que levam uma empresa brasileira com ações negociadas na B3 decidir sua política de distribuição de lucros. Como no Brasil a distribuição em caixa pode ser tanto como dividendos ou juros sob o capital próprio, também foram analisados o que determina a escolha entre o montante de cada alternativa. Foram coletados dados trimestrais na Economática de 228 empresas, no período entre Março de 1997 até Junho de 2020, resultando em 7000 observações. Foi utilizado a regressão tobit. Os principais resultados do trabalho mostram que empresas que optam por utilizar a distribuição de seu caixa são empresas não alavancadas e com fluxo de caixa positivo, mais importante ainda que o tempo de listagem na bolsa como a presença no segmento do Novo Mercado da B3. Já as empresas que realizam recompras de ações, diferentemente do esperado pela literatura, são empresas com anos de listagem na bolsa e pouco alavancadas. Das empresas que optam por distribuir seu caixa, as empresas que distribuem dividendos demostraram ser as empresas alavancadas e participantes do nível de governança do Novo Mercado. Já as empresas que distribuem JSCP são empresas com fluxo de caixa positivo, porém não alavancadas e, diferente do esperado pela literatura, não são as empresas com muitos anos de listagem na bolsa de valores.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação