Balanço competitivo e seu impacto sobre a incidência de público nos estádios de futebol

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Martins, Dárcio Genicolo
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Balanço competitivo, mesmo que nem sempre com esse nome, é um assunto que permeia com frequência a mídia, as rodas de conversas de fãs e é um tópico que as ligas devem se atentar visando ter um futuro sustentável. Existe a noção de que um grande e duradouro desbalanço pode afetar a demanda pelo esporte trazida por Rottenberg (1956), que argumentou que o público valora a competição balanceada e demanda por incerteza dentro do ambiente esportivo. Nesse contexto, o presente estudo busca, através de uma investigação empírica de dados do futebol europeu e brasileiro de 2007 a 2019, encontrar a relação entre a demanda do público por assistir partidas de futebol nos estádios e o balanço competitivo no conjunto de ligas analisadas. Fazendo uso de uma regressão de efeitos aleatórios, com variáveis de controle buscando capturar o ambiente econômico e a desigualdade e do indicador de balanço competitivo de Noll-Scully, são encontradas evidências de que a elevação do desbalanço competitivo durante o período teve um impacto positivo sobre o público nos estádios. Isso levanta algumas discussões, em linha com Szymanski (2006), sobre o comportamento do fã de futebol, se ele realmente vê uma dominância em sua liga local como algo ruim e se esse desbalanço – aliado a um período de grandes injeções financeiras em clubes de todas as ligas estudas – pode ter atraído mais o público (principalmente um espectador novo) do que repelido.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação