Efeitos da restrição de tempo como custo de oportunidade nas estratégias de tomada de decisão

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Madalozzo, Regina Carla
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Em diversas interações econômicas – contratos, leilões, decisões de investimento – o timing da tomada de decisão é fundamental para se obter o máximo retorno. Uma decisão postergada pode representar perdas em receita futura, ou até mesmo a perda da oportunidade como um todo. Por outro lado, o tempo é necessário para que os indivíduos possam adquirir e processar as informações que necessitam para tomar uma decisão racional. Na presença de custos de oportunidade associados ao tempo, os agentes econômicos precisam definir estratégias de tomada de decisão que conciliem a pressão do tempo e a qualidade da escolha. Este trabalho avalia como os efeitos da pressão do tempo e da restrição no mesmo afetam as estratégias de tomada de decisão dos indivíduos. Para tanto são testadas, em um experimento, duas hipóteses. A primeira é que a pressão do tempo leva os indivíduos a priorizar heurísticas de tomada de decisão mais rápidas, usando menos informações para a escolha de uma alternativa. A segunda hipótese é que, ao usar tais heurísticas, há uma piora na qualidade das decisões tomadas. Os resultados obtidos confirmam ambas as hipóteses.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Fava, Ana Claudia Polato E
Área do Conhecimento CNPQ
Citação