Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/3592
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: As diferentes formas de mensuração para perda de crédito de liquidação duvidosa nas instituições financeiras (BACEN x IFRS x Basiléia)
Author: Oliveira, Fernando Paes de
Examination board: Oliveira, Eric Barreto de
Advisor: Boscov, Camila Pereira
Academic degree: Graduação
Publication Date: 2019
Original Abstract: O presente texto tem como objetivo realizar um comparativo entre as normas do Banco Central Brasileiro (BACEN), International Financial Reporting Standards (IFRS) e as recomendações feitas pelo comitê de Basiléia, além de apresentar alguns conceitos relacionados à provisão para crédito de liquidação duvidosa (PCLD) e inadimplência. As entidades reguladoras posicionam-se através da Resolução 2.682 do Bacen e IFRS 9. Realizou-se um estudo por meio de pesquisa das demonstrações financeiras dos três maiores bancos comerciais privados presentes no Brasil, Bradesco, Itaú e Santander, analisando o valor da PCLD em cada um dos métodos BRGAAP e IFRS. A PCLD é uma conta contábil de extremo impacto no resultado das instituições financeiras por se tratar como fonte redutora da carteira de crédito. Além do mais, devido as diferenças metodológicas para mensuração, espera-se que o método BRGAAP resulte um valor maior de provisão por considerar a perda esperada com base no percentual de inadimplência das operações existente, enquanto o IFRS leva em consideração a perda esperada com base em modelos estatísticos levando em consideração a probabilidade de default, valor da parte do crédito não recuperável em evento de default e o montante exposto a inadimplência, atendendo as recomendações firmadas no comitê de Basiléia.
Keywords in original language : IFRS 9
IAS 39
Resolução 2682
Basiléia
Provisão para crédito de liquidação duvidosa
Abstract: The purpose of this paper is to compare the Brazilian Central Bank (BACEN), International Financial Reporting Standards (IFRS) and recommendations made by the Basel Committee, in addition to presenting some concepts related to the allowance for doubtful accounts (PCLD) and defaults. Regulatory entities are positioned through BACEN Resolution 2.682 and IFRS 9. A study was carried out by researching the financial statements of the three largest private commercial banks in Brazil, Bradesco, Itaú and Santander, analyzing the value of the each of the BRGAAP and IFRS methods. The PCLD is an accounting account of extreme impact on the result of the financial institutions because it is treated as a reducing source of the loan portfolio. Moreover, due to methodological differences for measurement, it is expected that the BRGAAP method will result in a higher provisioning amount considering the expected loss based on the default percentage of the existing operations, while the IFRS takes into account the expected loss based in statistical models taking into account the probability of default, the value of the part of the non recoverable credit in default event and the amount exposed to default, in compliance with the recommendations established in the Basel Committee.
Keywords (english terms): IFRS 9
IAS 39
Resolution 2682
Basel
Allowance for doubtful accounts
Language: Português
CNPq Area: Ciências Sociais Aplicadas
Copyright: TODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FERNANDO PAES DE OLIVEIRA- Trabalho.pdfFERNANDO PAES DE OLIVEIRA- Trabalho479.54 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
FERNANDO PAES DE OLIVEIRA - Termo de autorização.pdfFERNANDO PAES DE OLIVEIRA - Termo de autorização599.87 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.