Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/3750
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: How does early marriage affect the education of women in Brazil?
Author: Teixeira, Mariana Ramos
Examination board: Artes, Reinaldo
Advisor: Madalozzo, Regina Carla
Academic degree: Graduação
Publication Date: 2019
Original Abstract: The theme of early marriage, in addition to being associated with developing countries, serves as an example of human rights violations. Although the discussion about the impacts that early marriage can generate in aspects such as education and health is extensive in other countries and the Brazilian legislation itself has some contradictions in the definition of child marriage, few are the works that elucidate the current situation of the child and adolescent female population in Brazil. This study is based on the comparison of data from 2002 to 2015 of the PNAD for girls and women from 12 to 49 years of age, in addition to using PNDS of 2006 as a basis for the probability of having a stable union (marriage or informal) before eighteen years. The propensity Score Matching (PSM) method is used to analyze the influence that child marriage potentially has on woman’s educational background. These effects were negative in relation to completion of basic and higher education, by approximately 21% and 13%, respectively. The same PSM exercise was made for white and non-white women showing that early marriage’s impact on education reaches approximately 27% among white women and 15% among non-white women for Basic Education and a 15% impact for white and 12% for nonwhite women on higher education.
Keywords in original language : Child marriage
Early marriage
Girls and women
Girls and women
Brazil
Abstract: A temática sobre casamento infantil, além de ser associada a países em desenvolvimento, serve como exemplo de violação dos direitos humanos. Embora a discussão acerca dos impactos que o casamento infantil possa gerar em aspectos como educação e saúde seja extensa em outros países e a própria legislação brasileira tenha algumas contradições na definição sobre casamento infantil, poucos são os trabalhos que elucidam a situação atual da população infantil e adolescente feminina no Brasil. Este estudo se baseia na comparação de dados de 2002 a 2015 da PNAD para meninas e mulheres de 12 a 49 anos de idade, além de utilizar a PNDS de 2006 como fundamento para a probabilidade de ter uma união estável (casamento ou informal) antes dos dezoito anos. O método de Propensity Score Matching (PSM) é utilizado para analisar a influência que o casamento infantil potencialmente tem sobre a formação educacional das mulheres.Estes efeitos foram negativos em relação à conclusão do ensino básico e superior, em aproximadamente 21% e 13%, respectivamente. O mesmo exercício de PSM foi feito para mulheres brancas e não brancas, mostrando que o impacto do casamento precoce na educação atinge aproximadamente 27% entre mulheres brancas e 15% entre mulheres não brancas para Educação Básica e 15% de impacto para brancas e 12% para mulheres não brancas no Ensino Superior.
Keywords (english terms): Casamento infantil
Casamento adolescente
Meninas e Mulheres
Educação
Brasil
Language: Inglês
CNPq Area: Ciências Sociais Aplicadas
Copyright: TODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIANA RAMOS TEIXEIRA - Trabalho.pdfMARIANA RAMOS TEIXEIRA - Trabalho708.25 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
MARIANA RAMOS TEIXEIRA - Termo de autorização.pdfMARIANA RAMOS TEIXEIRA - Termo de autorização342.7 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.