Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5901
Type: Working Paper
Title: Segregação ocupacional e hiato salarial entre os gêneros
Author: Madalozzo, Regina Carla
Martins, Sergio Ricardo
Lico, Mariane Rizzo
Publication Date: 2015
Original Abstract: Diversos estudos mostram que persiste a diferença salarial entre homens e mulheres no Brasil. Outros estudos apresentam resultados que corroboram com a existência de segregação ocupacional entre os gêneros, seja por motivos culturais ou por persistência histórica. O presente trabalho é pioneiro na análise do comportamento do mercado de trabalho brasileiro e como se dá a diferença salarial entre gêneros, a partir da definição de segregação ocupacional. Utilizando o índice de Dissimilaridade de Duncan & Duncan para mensurar o tamanho da segregação ocupacional por gênero no Brasil, formaram-se grupos de ocupações típicas masculinas, femininas ou integradas, de acordo com os dados da PNAD 2013 e, a partir deles, estimou-se equações mincerianas com correção de Heckman via procedimento de Oaxaca-Blinder. Os resultados apontam para a persistência de diferencial salarial não explicado entre homens e mulheres, bem como para a existência de segregação ocupacional.
Keywords in original language : REMUNERAÇÃO
GÊNERO
SEGREGAÇÃO OCUPACIONAL
Abstract: Several studies show that there is a wage gap between men and women in Brazil . Other studies have results that corroborate the existence of occupational segregation between genders. This study is the first in the literature that models Brazilian labor market behavior and how is the wage gap between genders, from the definition of occupational segregation. Using the dissimilarity index of Duncan & Duncan to measure the size of occupational segregation by gender in Brazil, we formed groups of typical occupations, according to the National Household Survey 2013 data, and from them , it was estimated if Mincerian equations with Heckman correction and Oaxaca-Blinder procedure. The results point to the persistence of unexplained gender pay gap, as well as to the existence of occupational segregation.
Keywords (english terms): REMUNARATION
GENDER
OCCUPATIONAL SEGREGATION
Language: Português
CNPq Area: Ciências Exatas e da Terra
Multidisciplinar
Copyright: O INSPER E ESTE REPOSITÓRIO NÃO DETÊM OS DIREITOS DE USO E REPRODUÇÃO DOS CONTEÚDOS AQUI REGISTRADOS. É RESPONSABILIDADE DO USUÁRIO VERIFICAR OS USOS PERMITIDOS NA FONTE ORIGINAL, RESPEITANDO-SE OS DIREITOS DE AUTOR OU EDITOR
Appears in Collections:Coleção Insper Working Papers

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_WPE357.pdf2015_WPE357266.39 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.