Persistência do desempenho dos fundos de investimento no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Pereira, Pedro Luiz Valls
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2008
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho avalia a persistência do desempenho de 235 fundos de investimento em ações e multimercados no mercado brasileiro. Foram utilizados dados diários e janelas de um ano para o período de janeiro de 2002 a dezembro de 2007. O intercepto do modelo de quatro fatores de Carhart (1997) foi utilizado para estimar a habilidade de seleção de ativos e o coeficiente gama (I) do modelo de Treynor e Mazuy (1966) foi utilizado para estimar a habilidade de market timing. Encontrou-se evidência de que existe persistência do desempenho nos períodos posteriores à classificação e que essa persistência é maior para a habilidade de seleção de ativos do que para a de market timing. Para ambas as medidas de desempenho, a persistência diminui com o passar do tempo e os resultados indicam haver maior tendência de persistência nas carteiras mais extremas.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Monteiro, Rogério da Costa
Área do Conhecimento CNPQ
Citação