A influência dos controladores nas decisões de fusões e aquisições de empresas Brasileiras

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Evento
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Existem evidências de que em média os retornos das operações de fusões e aquisições (F&A) são negativos. Uma das explicações são problemas de agência entre acionistas e executivos, que geram premio de aquisição excessivamente alto. A presença de controladores, familiares ou não, deveria amenizar esse risco. Entretanto, como há certa gana de permanência no poder por parte dos controladores, isso pode causar um desejo muito grande de adquirir muitas empresas, diminuindo o risco de se tornar um alvo, e o prêmio pago nas operações de F&A pode ser excessivo. Assim, este trabalho se propõe a analisar se, no Brasil, a presença de controladores na empresa compradora afeta a probabilidade de concretização de uma transação, o prêmio pago pela empresa alvo e o desempenho da empresa compradora após a transação. Os resultados da análise indicam que a presença de controladores familiares aumenta a probabilidade de concretização de uma transação; e que a presença tanto de controladores familiares quanto não-familiares reduz o desempenho da empresa compradora após a transação

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação