Competição no setor de telecomunicações móveis: estimação da demanda com o modelo AIDS

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Moita, Rodrigo Menon Simoes
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2014
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O setor de telecomunicações móveis no Brasil apresenta um cenário de intensa competição, sendo disputado por ao menos quatro grandes operadoras com participação de mercado acima de 18% em novembro de 2013, além de possuir o sexto menor índice HHI (Herfindahl-Hirschman Index) no mundo, com 25,4% (dados SindiTelebrasil). As operadoras se dividem na liderança de mercado em diferentes praças e por diversos motivos, desde fatores históricos por serem incumbentes em determinada região, passando por distintas opções de adoção de tecnologias no desenvolvimento das primeiras redes locais, práticas mais agressivas de captação de clientes e foco em qualidade de atendimento. Neste trabalho, estudamos as interações entre os preços praticados pelas operadoras para o segmento Pré Pago no estado de São Paulo e suas relações com a participação de cada empresa no montante gasto neste segmento dentro do mercado (budget share), utilizando-se como modelo de estimação de demanda o AIDS (Almost Ideal Demand System), desenvolvido por Deaton e Muellbauer (1980b).

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Rocha, Bruno De Paula
Área do Conhecimento CNPQ
Citação