Em que medida a performance de longo prazo de firmas que realizam IPO no Brasil é influenciada pelas condições do mercado no momento em que abrem o capital?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
não informado
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo deste artigo será analisar o efeito de fatores de curto prazo presentes no momento da abertura do capital das firmas sobre as suas performances de longo prazo. Nesse sentido, a análise será voltada a entender como as valorizações nos preços dos IPOs em seus primeiros dias de negociação e o nível de aquecimento do mercado no ano em questão afetam seus preços no prazo de 2 anos. A literatura relacionada descreve ambos os processos de curto prazo e destacam a sua influência na performance de longo prazo dos IPOs, entretanto, em sua maioria, se limitam a justificar de forma teórica tal relação. Neste artigo, foi desenvolvida uma regressão por meio do método de Mínimos Quadrados Ordinários com dados de IPOs no Brasil entre os anos de 2004 e 2020. Os resultados obtidos são de que quanto maiores as sobrevalorizações dos IPOs em seus primeiros dias de negociação e mais aquecidos os mercados nos anos da abertura do capital, piores serão suas performances de longo prazo, estas sendo medidas por meio de seus retornos acumulados.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação