Transformação Digital e Gestão de Projetos abordagens de gestão e competências dos gerentes de projetos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Duarte, André Luís de Castro Moura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
No atual estágio do desenvolvimento contemporâneo da sociedade humana, a transformação digital não é mais uma alternativa longínqua e abstrata, mas uma necessidade de mercado para perenidade e perpetuidade das organizações, e criação de valor para todos as partes interessadas envolvidas. A transformação digital ocorre através de projetos e programas devido ao amplo escopo, aos recursos empregados e tecnologias digitais utilizadas pelas organizações. A importância e justificativa da presente pesquisa é para entender como a gestão de projetos está sendo executada no contexto da transformação digital, como ocorre a seleção da abordagem de gerenciamento de projetos (preditiva, adaptativa ou híbrida) e, quais são as competências necessárias aos profissionais de gerenciamento de projetos para a gestão de projetos de transformação digital em suas organizações. A metodologia de pesquisa aplicada foi qualitativa e indutiva, de natureza descritiva e exploratória, utilizando entrevistas como meio instrumental. Entrevistas em profundidade, semiestruturadas, com 18 profissionais de gerenciamento de projetos foram utilizadas como principal técnica de coleta de dados. A pesquisa identificou ausência de critérios objetivos na escolha da abordagem de gestão mais adequada para projetos de transformação digital, ausência de comparação de equipes de projetos versus equipes de longa duração para produtos ou serviços, que as competências de desempenho e pessoais dos gerentes de projetos estão desatualizadas em relação as competências de conhecimento, ausência de competências pessoais sobre como gerentes de projetos deveriam se comportar em ambiente organizacional com alto grau de incerteza, confusão na definição da agilidade organizacional versus o uso de métodos ágeis de gerenciamento de projetos, que abordagem híbrida é subutilizada nos projetos de transformação digital e, ausência de uma definição única para o fenômeno da transformação digital. Este estudo contribui para a teoria e a prática. Para a teoria contribui para a compreensão do fenômeno da transformação digital, das tecnologias digitais envolvidas, das implicações e possíveis caminhos para as organizações durante sua própria jornada de transformação. Para a prática contribui para compreender como ocorre a seleção da abordagem de gestão de projeto dentre as várias abordagens disponíveis, para criar o produto, serviço ou resultado da transformação digital, compreender que métodos ágeis não são a solução ideal para todos os projetos de transformação digital e, compreender quais são as competências necessárias para a gestão de projetos de transformação digital liderados pelos profissionais de gerenciamento de projetos.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Amaral Filho, Guy Cliquet do
Rodrigues, Vinicius Picanço
Di Serio, Luiz Carlos
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação