Estimação do Beta de ativos através da ariação de uma nova carteira de mercado

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Rocha, Ricardo Humberto
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2009
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Neste estudo, discutiremos formas mais eficientes de se estimar o custo de capital de empresas brasileiras. Um componente fundamental para a realização deste cálculo é a quantificação do risco, que sendo otimizada pode gerar um ganho de precisão fundamental no processo de tomada de decisão. Em países com mercado de capitais mais maduro, índices que melhor representam o mercado “como um todo” estão disponíveis mais facilmente (por exemplo, o S&P 500 nos EUA). Já no Brasil, o índice de ações que representa o mercado, o Ibovespa, é um índice que para sua formação pondera a participação de cada ativo pela negociabilidade do mesmo, e não pelo seu valor de mercado. Uma vez que a formação do índice por estas duas diferentes formas resultam em composições completamente diferentes, a medida de risco será calculada erroneamente e conseqüentemente este erro também acarretará em distorções no custo de capital. Através da criação de uma nova carteira baseada em valor de mercado, espera-se obter melhores estimativas de beta que por sua vez irá compartilhar tal ganho de eficiência no cálculo do custo de capital.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Almeida, Ricardo José de
Pozzi, Eduardo Luquezi
Área do Conhecimento CNPQ
Citação