Um estudo sobre a evolução da estrutura de capital em processos de fusões e aquisições

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2014
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho investiga se a evolução da estrutura de capital das empresas adquirentes em processos de fusões e aquisições na América Latina se comporta de acordo com o previsto pela teoria de Pecking Order (MYERS e MAJLUF, 1984), ou seja, as empresas selecionam as fontes de financiamento preferindo em primeiro lugar lucros retidos, em segundo emissão de dívida e, por último, emissão de ações. As evidências encontradas são favoráveis à hipótese de que as empresas adquirentes se comportam de acordo com o previsto pela Pecking Order, procurando manter folga financeira antes da fusão. Quando se analisa o índice de alavancagem financeira medido por dívida líquida (descontando-se o caixa), observa-se que no período anterior ao anúncio de aquisição a amostra de empresas adquirentes tinha coeficiente similar ou inferior ao do controle, indicando que acumulavam caixa, e ao final de dois anos, esse coeficiente de alavancagem financeira aumentava para um nível significativamente superior ao controle. Os resultados indicam também que as empresas adquirentes da amostra que concluíram ou não a fusão apresentam uma alavancagem medida por dívida bruta maior do que a do controle, e que após o anúncio de aquisição há aumento do índice. Isso pode sugerir que, pelo fato da maior parte das empresas na América Latina sofrerem restrições a financiamento, uma maior capacidade de endividamento resulta numa vantagem em operações de fusões e aquisições.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Kayo, Eduardo Kazuo
Área do Conhecimento CNPQ
Citação