A Teoria Do Ciclo De Vida E Os Impactos No Custo De Capital De Uma Companhia

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este estudo investiga a relação entre o custo de capital e o estágio do ciclo de vida de uma companhia. Usando uma amostra de empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo entre 2005 e 2020, se apurou resultados que comprovam que há uma correlação positiva entre o custo de capital e o ciclo de vida. Isto é, empresas em estágios iniciais possuem custo de capital maior que aquelas em fases maduras. Utilizando o modelo proposto por Dickinson (2011) para identificar o estágio do ciclo de vida e os modelos propostos por Easton (2004) para estimar o custo de capital implícito, percebeu-se que empresas em maturidade apresentam valores menores quando comparada a empresas em fase de nascimento, crescimento ou declínio. Em paralelo, se observou que variáveis como tamanho da companhia, oportunidades de crescimento, alavancagem, sensibilidade ao risco sistêmico e ocorrência de prejuízo no ano anterior também interferem de forma significante no custo de capital estimado. Os resultados foram apresentados através de um modelo de regressão robusta.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Araujo, Michael Viriato
Carrete, Liliam Sanchez
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação