A relação entre altura, escolaridade, ocupação e salários no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Autores
Curi , Andréa Zaitune
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Artigo Científico
Data
2008
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Neste artigo analisamos os efeitos da altura, utilizada como proxy para as condições sócio econômicas, demográficas, de saúde e dos ambientes físico e social vivenciadas por uma pessoa, sobre a escolaridade e os salários no Brasil, utilizando dados da PPV e da POF. Examinamos a influência da altura na conclusão dos ciclos escolares, na alocação entre as ocupações e nos salários dos indivíduos, separadamente para homens e mulheres. Os resultados mostram que a altura tem impacto positivo e significante na conclusão dos quatro ciclos para as mulheres, e na conclusão do ensino fundamental 1 (1ª a 4ª série), ensino fundamental 2 (5ª a 8ª série) e ensino médio para os homens, sendo o impacto para os homens maior do que para as mulheres. Além disto, a altura tem impacto positivo e significante na renda dos indivíduos, independentemente do seu impacto na educação e na ocupação. Por fim, as ocupações que requerem mais habilidade atraem indivíduos, em média, mais altos do que as ocupações que exigem menos habilidade. Os resultados indicam que deficiências de capital humano na infância têm efeitos muito importantes no decorrer do ciclo de vida das pessoas e que, portanto, investimentos públicos na saúde, educação, habitação e nutrição na infância têm um retorno muito elevado.

Titulo de periódico
Não informado
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação