Consumo e gosto cultural: um estudo sobre padrões de consumo cultural brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Oliveira, Vinícius de Bragança Müller e
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2015
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A formação de grupos sociais é tema amplamente estudado na literatura sociológica. Sob diversas óticas o tema é constantemente revisitado e para este trabalho será feita uma análise empírica baseada nas teorias de Richard Peterson e, essencialmente, Pierre Bourdieu. A obra “A Distinção” de Bourdieu, que serve como base teórica para grande parte dos estudos relacionados a consumo cultural, procura mostrar como os agentes sociais determinam seu padrão de cultura e seus hábitos culturais no contexto francês de 1950. Nesta, o autor chega a conclusão que indivíduos da elite francesa eram esnobes culturalmente e se distinguiam dos demais grupos. Obras posteriores feitas em outros países e mesmo na França mostram que esse padrão foi deixado para trás e as novas elites procuram ampliar seus gostos culturais a uma variedade que vai além do erudito, transitando entre outras formas de cultura. Aqui será feita uma análise comparativa entre, não somente os resultados de Bourdieu, mas também de diversos outros artigos publicados posteriormente, para entender melhor as formações de cultura no Brasil. A teoria do onívoro cultural, cunhada por Peterson (1992), serve de embasamento para todo o trabalho que tem como objetivo final definir qual é o padrão de consumo cultural de diferentes classes culturais e como algumas variáveis sociais afetam este padrão. Os resultados trazem três evidências: 1) agentes da elite cultural brasileira mostram-se mais onívoros do que agentes não-elites, contrariando o proposto por Bourdieu no cenário francês e alinhando-se com o mostrado por Peterson; 2) renda mais elevada tende a limitar o alcance do gosto cultural diversificado; e 3) níveis de escolaridade maiores são responsáveis por intensificar o comportamento onívoro.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Schüler, Fernando Luís
Área do Conhecimento CNPQ
Citação