As diferentes formas de mensuração para perda de crédito de liquidação duvidosa nas instituições financeiras (BACEN x IFRS x Basiléia)

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Boscov, Camila Pereira
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente texto tem como objetivo realizar um comparativo entre as normas do Banco Central Brasileiro (BACEN), International Financial Reporting Standards (IFRS) e as recomendações feitas pelo comitê de Basiléia, além de apresentar alguns conceitos relacionados à provisão para crédito de liquidação duvidosa (PCLD) e inadimplência. As entidades reguladoras posicionam-se através da Resolução 2.682 do Bacen e IFRS 9. Realizou-se um estudo por meio de pesquisa das demonstrações financeiras dos três maiores bancos comerciais privados presentes no Brasil, Bradesco, Itaú e Santander, analisando o valor da PCLD em cada um dos métodos BRGAAP e IFRS. A PCLD é uma conta contábil de extremo impacto no resultado das instituições financeiras por se tratar como fonte redutora da carteira de crédito. Além do mais, devido as diferenças metodológicas para mensuração, espera-se que o método BRGAAP resulte um valor maior de provisão por considerar a perda esperada com base no percentual de inadimplência das operações existente, enquanto o IFRS leva em consideração a perda esperada com base em modelos estatísticos levando em consideração a probabilidade de default, valor da parte do crédito não recuperável em evento de default e o montante exposto a inadimplência, atendendo as recomendações firmadas no comitê de Basiléia.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Oliveira, Eric Barreto de
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação