Desigualdade Racial e de Gênero nas Eleições Municipais no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Autores
França, Michael
Portella, Alysson
Tavares, Rafael
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Working Paper
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho contribui com a literatura que procura estimar os desequilı́brios raciais e de gênero na representação polı́tica municipal brasileira. Para isso, utilizamos dados das eleições de prefeitos e vereadores de 2016 e 2020 com o intuito de investigar em que medida mulheres negras, homens negros e mulheres brancas estão sub-representados em relação aos homens brancos em nosso sistema polı́tico local. Nossa análise revela altos nı́veis de desequilı́brios, em especial na dimensão de gênero. Para prefeitos, os desequilı́brios são altos quando consideramos tanto as candidaturas quanto os que foram eleitos. No caso dos vereadores, o desequilı́brio é maior entre os eleitos. Adicionalmente, verificamos que havia uma alta desigualdade no financiamento de campanhas em favor de homens brancos em 2016, que se reverte em favor das mulheres em 2020. Contudo, essa mudança não foi capaz de alterar os baixos nı́veis de representação feminina na polı́tica local.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação