Estudo da taxa de câmbio no Brasil usando o modelo BEER

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Lyrio, Marco Túlio Pereira
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2013
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Usamos o modelo BEER (Behavioural Equilibrium Exchange Rate) para estimar uma relação da taxa de câmbio efetiva real brasileira com fundamentos econômicos. Este modelo foi concebido no trabalho de Clark e MacDonald (1998) e usa métodos de cointegração para chegar a uma estimação. Partimos do trabalho de Kohlscheen (2013), propondo alternativas ao mesmo e atualizando a base de dados de frequência mensal. Obtivemos modelos que permitem avaliar como o real responde no curto prazo a choques em cada um destes fundamentos e também estudamos a relação da taxa de câmbio com os fundamentos no longo prazo, buscando responder a questão do valor justo da taxa de câmbio. Confirmamos o resultado de Kohlscheen (2013), encontrando forte relação dos preços das commodities com o a taxa de equilíbrio do real. Porém, encontramos menor relevância para as variáveis na dinâmica de curto prazo.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Brito, Ricardo Dias De Oliveira
Nunes, Clemens Vinicius De Azevedo
Área do Conhecimento CNPQ
Citação