Poder de mercado e nível de competição no mercado de empréstimo bancário brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Autores
Cardoso, Marcelo Ranieri
Barbosa, Klênio de Souza
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Artigo Científico
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este artigo estima empiricamente os efeitos de poder de mercado sobre a oferta de empréstimos dos bancos, separando os efeitos decorrentes de poder de mercado unilateral (específico à firma) e de poder de mercado coordenado (decorrente da intensidade de concorrência no mercado relevante) e os efeitos de diferenciais de eficiência decorrentes do aproveitamento de economias de escala. Por meio de microdados do setor bancário brasileiro para o período de 1999 a 2010, mostramos que, quanto maior a intensidade de concorrência, maior é a oferta de empréstimos. Adicionalmente, os resultados revelam que o aumento da participação de mercado de um conglomerado financeiro está associado a um aumento mais do que proporcional na oferta de empréstimos bancários (efeito de economias de escala/escopo), mas que tal efeito é mitigado quanto menor o nível de concorrência. Os resultados são robustos para diferentes medidas de intensidade de concorrência, sejam elas estruturais (índice Herfindahl-Hirschman – HHI), sejam comportamentais, derivadas do modelo de Panzar-Rosse (1987).

Titulo de periódico
Pesquisa e Planejamento Econômico - PPE
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação