Análise da desigualdade de renda e de despesa no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2011
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
É possível medir a desigualdade em uma sociedade de duas formas: desigualdade de renda e de consumo. A desigualdade de renda tem declinado no Brasil desde 2001, mas poucos estudos investigaram o comportamento da desigualdade de consumo neste período. Este trabalho compara os dois indicadores através do índice de Gini, utilizando dados da Pesquisa Orçamentária Familiar (POF) nos anos de 2002/2003 e 2008/2009. Simultaneamente, compara as áreas rurais e urbanas, uma vez que a as áreas rurais normalmente tem maior número de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família e outros programas de transferências na área rural. São investigadas também o comportamento da desigualdade para grupos demográficos específicos, segundo os anos de estudo, idade e região. Percebe-se que, em geral, houve uma queda tanto da desigualdade de renda quanto consumo, mas a desigualdade de consumo declinou bem menor. Além disto, na área rural houve um aumento na desigualdade de consumo. Uma possível explicação é que as famílias não tratam a renda do Bolsa Família como permanente.

Palavras-chave
Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação