Estudo do IVol-BR como preditor de retornos futuros do Ibovespa entre 2011 e 2022: uma abordagem utilizando vetores autorregressivos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Co-orientadores
Tipo de documento
Data
2023
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A previsão de retornos futuros é desafio frequente para os agentes do mercado financeiro. Uma das variáveis utilizadas para previsão é o índice de volatilidade implícita do mercado acionário. O objetivo deste estudo é avaliar o poder preditivo do IVol-BR sobre diferentes períodos de retorno futuro do Ibovespa com a adição de variáveis macroeconômicas como preditoras e utilizando como metodologia a estimação de vetores autorregressivos, o teste de causalidade de Granger e as funções de resposta ao impulso. Os resultados obtidos mostram que o IVol-BR possui capacidade preditiva, mas com baixo impacto nos retornos futuros. Adicionalmente, confirma-se a capacidade preditiva do risco-país e das relações entre os diferentes períodos de retorno futuro entre si.

Predicting future returns is a frequent challenge for financial market agents. One of the variables used for forecasting is the stock market implied volatility index. The objective of this study is to evaluate the predictive power of the IVol-BR on different periods of future returns of the Ibovespa with the addition of macroeconomic variables as predictors and using as a methodology the estimation of autoregressive vectors, the Granger causality test and the response functions on impulse. The results obtained show that IVol-BR has predictive capacity, but with low impact on future returns. Additionally, the predictive capacity of country risk and the relationships between the different future return periods are confirmed.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
pt
Notas
Membros da banca
Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Área do Conhecimento CNPQ
CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Citação