Competição no setor bancário brasileiro: uma análise das estratégias adotadas pelos principais bancos privados entre 2012 e 2014

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Incentivados pelo governo federal, os dois principais bancos públicos brasileiros, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, aumentaram fortemente a concessão de crédito entre 2008 e 2015. A partir de 2012, tais bancos passaram também a diminuir, com maior intensidade, os spreads cobrados pela concessão de crédito. Os bancos privados, por sua vez, tiveram que decidir se iriam competir diretamente com os bancos públicos, diminuindo seus spreads cobrados, ou buscariam alternativas, como rentabilizar outras áreas de negócio, mudar a composição de sua carteira de crédito, entre outros. Através da métrica de RAROC (Risk Adjusted Return on Capital), a qual é amplamente utilizada pelos bancos no Mundo para medir risco e retorno de suas operações, esse trabalho tem o objetivo de avaliar quais foram as estratégias adotadas pelos três principais bancos privados no Brasil: Itaú-Unibanco, Bradesco e Santander entre 2012 e 2014.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Lyrio, Marco Túlio Pereira
Área do Conhecimento CNPQ
Citação