A intergeracionalidade como prática de responsabilidade social corporativa das empresas do setor de telecomunicações.

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Roque, Pamela Gabrielle Romeu Gomes
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente estudo tem como objetivo observar a efetiva prática da sustentabilidade pelas empresas brasileiras, do viés da intergeracionalidade. A autora abordou, além da revisão bibliográfica, as escassas pesquisas existentes sobre o tema e demais obras de autores sobre o assunto. Além disso, foram analisadas quatro empresas do setor de telecomunicações, através da observação dos indicadores de gestão de pessoas e faixa etária, apresentados em Relatórios de Sustentabilidade de acordo com as diretrizes GRI (Global Reporting Initiative). O resultado obtido através da análise dos Relatórios de Sustentabilidade das empresas de telecomunicações foi corroborado pelo estudo apresentados no XI Congresso Nacional de Excelência em Gestão e pela pesquisa realizada pelo Instituto Ethos, em cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Como a sustentabilidade, do ponto de vista da diversidade, é considerada importante meio para geração de valor e melhoria da imagem das empresas, abordamos no presente trabalho a Responsabilidade Social Corporativa (RSC), tendo a diversidade de idade, chamada de intergeracionalidade, como um dos pilares de prática responsável de gestão. Dessa maneira, conclui-se que, apesar de afirmarem as empresas o compromisso com a sustentabilidade organizacional e políticas de RSC, existe um ageísmo velado e institucionalizado, fazendo com que a evolução das organizações seja lenta e pouco expressiva do ponto de vista da diversidade de faixa etária.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas

Multidisciplinar
Citação