Expansão das fintechs e o impacto na rentabilidade dos bancos brasileiros

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Co-orientadores
Tipo de documento
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo desta pesquisa foi modelar como a expansão financeira das fintechs de crédito e a digitalização do setor bancário impactaram a rentabilidade dos bancos comerciais. Este estudo utiliza amostras de demonstração financeira de 85 instituições bancárias, demonstração financeira agregada das fintechs de crédito e dados da quantidade de transações via smartphones como proxy para a expansão da digitalização do setor no período de março/2011 a junho/2021. Foram aplicadas técnicas de estimação de painel dinâmico via Método Generalizado dos Momentos (GMM) em sistemas para avaliar o comportamento dos parâmetros obtidos na rentabilidade. Os modelos obtidos indicam significância estatística no aumento da rentabilidade dos bancos comerciais com a expansão das fintechs em quantidade, tamanho e, também, sobre a proxy de digitalização do setor com as transações via smartphone. Houve aumento da eficiência operacional no período, possível explicação do impacto positivo para os bancos comerciais com a expansão destes novos players, uma vez que o setor se beneficia em economias de rede. Já a expansão dos ativos líquidos de curto prazo como depósitos e investimentos indicaram impacto negativos para a rentabilidade dos bancos comerciais. Possíveis motivos para o resultado obtido são a competição pelos mesmos clientes entre bancos comerciais e fintechs de crédito sugerido pelo impacto negativo da liquidez destes novos players e a diminuição dos padrões de risco de crédito no período de estudo. Houve crescimento de crédito, porém sua qualidade diminuiu com o aumento das provisões para riscos de inadimplência, enquanto a eficiência operacional aumentou em linha com o esperado dado a digitalização do setor.

The objective of this research was to model how the financial expansion of credit fintechs and the digitalization of the banking sector impacted the profitability of commercial banks. This study uses samples of financial statements from 85 banking institutions, aggregated financial statements from credit fintechs and data on the number of transactions via smartphones as a proxy for the expansion of digitalization in the sector from March/2011 to June/2021. Dynamic panel estimation techniques were applied via the Generalized Method of Moments (GMM) in systems to evaluate the behavior of the parameters obtained in profitability. The models obtained indicate statistical significance in the increase in profitability of commercial banks with the expansion of fintechs in quantity, size and, also, on the proxy of digitization of the sector with transactions via smartphone. There was an increase in operational efficiency in the period, a possible explanation for the positive impact for commercial banks with the expansion of these new players, since the sector benefits from network economies. The expansion of short-term liquid assets such as deposits and investments indicated a negative impact on the profitability of commercial banks. Possible reasons for the result obtained are the competition for the same customers between commercial banks and credit fintechs suggested by the negative impact of the liquidity of these new players and the decrease in credit risk standards in the study period. There was credit growth, but its quality decreased with the increase in provisions for default risks, while operational efficiency increased in line with expectations given the digitalization of the sector.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
pt
Notas
Membros da banca
Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Barros, Henrique Machado
Bortoluzzo, Maurício Mesquita
Área do Conhecimento CNPQ
CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Citação