Uma abordagem institucionalista dos impactos da vinda da família real portuguesa para o Brasil no desenvolvimento do comércio internacional

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Oliveira, Vinícius de Bragança Müller e
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A vinda da família real portuguesa para o Brasil em 1808 representou uma situação singular na história dos países da América Latina: a colônia se transformou em sede do reino. O corolário dessa alteração de status foi uma profunda mudança na organização do sistema colonial, a qual foi caracterizada por transformações políticas, econômicas e culturais e o surgimento de novos grupos de interesse. Uma mudança significativa desse período foi o fim do pacto colonial e a abertura dos portos brasileiros para as nações amigas de Portugal. Neste sentido, o objetivo desse trabalho é compreender as mudanças institucionais decorrentes desse processo histórico e suas implicações no desenvolvimento do comércio internacional brasileiro. Para cumprir com essa tarefa, será preciso revistar os documentos oficiais que promoveram as alterações na política comercial, como a declaração da Abertura dos Portos de 1808 e o Tratado de Comércio e Navegação de 1810, além de se analisar os dados existentes sobre comércio externo para aquele período. Por fim, espera-se mostrar que a chegada dos portugueses levou ao surgimento de instituições mais propensas ao comércio internacional e essas foram determinantes para o aumento das trocas de mercadorias entre o Brasil e seus parceiros comerciais.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação