Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5457
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Uma abordagem institucionalista dos impactos da vinda da família real portuguesa para o Brasil no desenvolvimento do comércio internacional
Author: Barros. Caio Almeida
Advisor: Oliveira, Vinícius de Bragança Müller e
Academic degree: Graduação
Publication Date: 2021
Original Abstract: A vinda da família real portuguesa para o Brasil em 1808 representou uma situação singular na história dos países da América Latina: a colônia se transformou em sede do reino. O corolário dessa alteração de status foi uma profunda mudança na organização do sistema colonial, a qual foi caracterizada por transformações políticas, econômicas e culturais e o surgimento de novos grupos de interesse. Uma mudança significativa desse período foi o fim do pacto colonial e a abertura dos portos brasileiros para as nações amigas de Portugal. Neste sentido, o objetivo desse trabalho é compreender as mudanças institucionais decorrentes desse processo histórico e suas implicações no desenvolvimento do comércio internacional brasileiro. Para cumprir com essa tarefa, será preciso revistar os documentos oficiais que promoveram as alterações na política comercial, como a declaração da Abertura dos Portos de 1808 e o Tratado de Comércio e Navegação de 1810, além de se analisar os dados existentes sobre comércio externo para aquele período. Por fim, espera-se mostrar que a chegada dos portugueses levou ao surgimento de instituições mais propensas ao comércio internacional e essas foram determinantes para o aumento das trocas de mercadorias entre o Brasil e seus parceiros comerciais.
Keywords in original language : Vinda da Família Real Portuguesa ao Brasil
Mudanças Institucionais
Abertura dos Portos em 1808
Comércio Internacional Brasileiro
Abstract: The transfer of the Portuguese court to Brazil in 1808 created a unique situation in the history of Latin America: the colony was now the headquarters of the kingdom. The corollary of this change of status was a profound transformation in the organization of the colonial system. This historical period was characterized by political, economic and cultural changes together with the rise of new stakeholders. A meaningful transformation was the end of the Portuguese monopoly of colonial trade and the opening of Brazilian ports to all friendly nations of Portugal. With this last topic in mind, the goal of this work is to comprehend the institutional changes resultant of this historical process and their implications in the development of Brazilian international trade. To accomplish this task, it will be needed to review the document that declared the opening of the ports in 1808 and the Treaty of Navigation and Commerce of 1810. Furthermore, it will be necessary to analyze the trade-related data available for that period. Finally, this work expects to demonstrate that the transfer of the Portuguese Court enabled the appearance of institutions that were prone to the development of trade and that these institutions were essential to the rise in the exchange of goods between Brazil and other countries.
Keywords (english terms): Transfer of Portuguese Court to Brazil
Institutional Changes
Opening of ports in 1808
Brazilian International Trade
Language: Português
CNPq Area: Ciências Sociais Aplicadas
Copyright: TODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caio Almeida Barros - Termo de Autorização.pdfCaio Almeida Barros - Termo de Autorização1.02 MBAdobe PDFView/Open
Caio Almeida Barros - Trabalho.pdfCaio Almeida Barros - Trabalho556.41 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.