Como a acuracidade cognitiva, a centralidade na estrutura informal, o FTP (future time perspective), esforço para realização e autonomia impactam o poder reputacional individual em uma organização

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este estudo teve como objetivo analisar fatores influenciadores do poder reputacional de um indivíduo em uma organização. O trabalho foi realizado com base em artigo de Krackhardt (1990) e buscou investigar a maioria das hipóteses testadas e validadas pelo autor. O objetivo desse estudo era confirmar se a habilidade do indivíduo de compreender a rede informal de relações entre as pessoas (acuracidade cognitiva), a centralidade na estrutura informal, o FTP (Future Time Perspective), autonomia e esforço para realização influenciam poder de um indivíduo. Para desenvolvermos as análises, aplicamos uma pesquisa em uma empresa de consultoria brasileira, sendo que os resultados obtidos comprovaram que posições centrais na estrutura informal influenciam o poder de um indivíduo. No entanto, diferente de Krackhardt (1990), as análises não confirmaram o impacto da acuracidade cognitiva, ou seja, ter uma percepção precisa da rede real, não prediz poder. Adicionalmente, os demais elementos incluídos também não mostraram significância e, portanto, não influenciaram a percepção de poder de um indivíduo em uma empresa.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação