Previsibilidade em modelos de ações

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Pereira, Pedro Luiz Valls
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2008
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Neste estudo, verificamos a existência de previsibilidade no mercado de ações brasileiro. Diferente de diversos estudos no mesmo sentido, que avaliam as séries originais de cada ação, avaliamos séries sintéticas criadas a partir de modelos lineares de ações. De acordo com Burgess (1999), utilizamos a metodologia de “stepwise regression” (regressão passo-a-passo) para a formação dos modelos de cada ação. Então utilizamos o perfil de razão de variância em conjunto com uma simulação de Monte Carlo para a seleção dos modelos com potencial de previsibilidade. Diferentemente de Burgess (1999), realizamos um Reality Check de White (2000) para verificar a existência de retornos positivos no período fora da amostra. Utilizamos as estratégias propostas por Sullivan, Timmermann e White (1999) e Hsu e Kuan (2005) totalizando 26410 estratégias simuladas. Finalmente, utilizando a metodologia de bootstrap, com 1000 simulações, encontramos fortes evidências de previsibilidade nos modelos, incluindo custos de transação.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Morettin, Pedro Alberto
Área do Conhecimento CNPQ
Citação