Comparação entre o Modelo Idade, Período e Coorte Clássico e o modelo HAPC-CCREM para a projeção da demanda por domicilios pelo método das taxas de chefia

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Modelos idade, período e coorte são uma das metodologias adotadas para projetar o número de chefes de domícilios, conhecida como taxa de chefia, métrica utilizada, entre outras coisas, para estimar o estoque de residências de uma região de interesse. Este modelo foi concebido por Mason et al. (1973) para separar os efeitos da idade, período e coorte em determinado fenômeno de interesse e, apesar de ter sido proposto há mais de 40 anos, ainda hoje é muito utilizado nas áreas de ciências sociais, epidemiologia e demografia. Ao longo dos anos pesquisadores desenvolveram novas abordagens em relação ao modelo clássico, sendo a mais recente o modelo idade, período e coorte hierárquico, conhecido como HAPC-CCREM, proposto por Yang e Land (2006). Esta dissertação tem por objetivo comparar o modelo clássico com o modelo hierárquico para o cálculo da demanda demográfica brasileira por moradias para 2019, por meio do método das taxas de chefia, e utilizando dados da PNAD e da projeção populacional brasileira por período e faixa etária, ambos disponibilizados pelo IBGE. A projeção do número de domicílios entre os dois modelos para 2019 apresentou uma pequena diferença de 2,3%, entretanto, os resultados mostraram que modelo clássico de Mason et al. (1973) é o mais adequado para esta aplicação, pois obteve um ajuste superior aos dados históricos observados.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Madalozzo, Regina Carla
Barroso, Lucia Pereira
Área do Conhecimento CNPQ
Citação