Não linearidade na função reação do Banco Central do Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Lyrio, Marco Túlio Pereira
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2015
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O Brasil possui um regime de metas de inflação relativamente novo, e caracterizá-lo a partir da definição das preferências do Banco Central do Brasil (BCB) se mostra tarefa pertinente. Neste trabalho de pesquisa, utiliza-se um modelo da classe Smooth Transition Regression com a inclusão de variáveis endógenas para caracterizar o BCB a partir da análise de possíveis não linearidades em sua função reação com relação aos desvios da inflação à meta e ao hiato do produto positivo ou negativo. Os resultados encontrados apontam para a existência de aversão à recessão, com a função reação do BCB se mostrando côncava com relação aos desvios da inflação.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Brito, Ricardo Dias De Oliveira
Sanvicente, Antonio Zoratto
Área do Conhecimento CNPQ
Citação