Isomorfismo e Controle Institucional em uma Planta Modular da Indústria Automobilística

dc.contributor.authorCHARLES KIRSCHBAUM
dc.contributor.authorSacomano Neto, Mário
dc.contributor.authorTruzzi, Oswaldo Mário Serra
dc.coverage.cidadeSão Paulopt_BR
dc.coverage.paisBrasilpt_BR
dc.creatorSacomano Neto, Mário
dc.creatorTruzzi, Oswaldo Mário Serra
dc.date.accessioned2022-10-08T05:45:28Z
dc.date.available2022-10-08T05:45:28Z
dc.date.issued2013
dc.description.abstractDiversos estudos têm abordado como as formas de coordenação são condicionadas por mecanismos sociais, como confiança, reciprocidade, controle, cooperação e cópia. Esse nível de análise é uma crítica à tradição utilitarista, que pressupõe o comportamento econômico minimamente afeta do pelos relacionamentos e pela estrutura social. Em contrapartida, na perspectiva institucional e na sociologia econômica, o comportamento econômico está imerso nas relações sociais, em que estão presentes o controle, o isomorfismo e a homogeneidade das formas organizacionais. Nesse sentido, este artigo analisa como o isomorfismo (mimético, normativo e coercitivo) e a capacidade de controle suportam uma estrutura de coorde nação coesa e estável entre as empresas de uma planta modular da indústria automotiva. Ao con ciliar o isomorfismo e o controle, combinam-se duas perspectivas institucionais de campo, dis tintas, porém complementares: 1) a primeira perspectiva de campo, entendida como a totali dade dos atores relevantes, em que se constroem significados comuns; e 2) a segunda perspectiva de campo, entendida como uma esfera institucional de interesses com disputas de poder. A pesquisa é de natureza exploratória, descritiva, baseada em estudo de caso e entrevistas com o diretor de produção da montadora e com outros dois dire tores de produção dos fornecedores modulistas. Alguns resultados da pesquisa mostram como a montadora emprega mecanismos e rotinas alta mente institucionalizadas, capazes de controlar e homogeneizar o comportamento e o desempenho dos fornecedores de autopeças. Esses mecanismos não se limitam tão somente aos aspectos formais das relações, mas também aos aspectos informais (relações, confiança, normas etc.), capazes de institucionalizar diversas das práticas produtivas e de estabilizar as relações na coordenação das atividades da planta. O artigo lança a atenção para o paradoxo da agência socialmente imersa, o controle e a homogeneidade presente nas relações interorganizacionais. O artigo também contribui para o entendimento de como os aspectos social mente imersos estão presentes nos processos de coordenação entre as empresas.pt_BR
dc.description.notesTexto completopt_BR
dc.description.otherSeveral studies have addressed how forms of coordination are conditioned by social mechanisms such as trust, reciprocity, control, cooperation and copying. This level of analysis is a critique of the utilitarian tradition, which assumes economic behavior is only minimally affected by relationships and social structure. On the other hand, from the institutional perspective and in economic sociology, economic behavior is embedded in social relations, in which control, isomorphism and the homogeneity of organizational forms are present. In this sense, this article examines how isomorphism (mimetic, normative and coercive) and the ability to control support a cohesive and stable coordinating structure in a modular plant belonging to the automotive industry. By combining isomorphism and control, we combine two institutional field perspectives that are differente but complementary: 1) the first field perspective, understood as the total number of relevant actors, where shared meanings are built; and 2) the second field perspective, understood as an institutional sphere of interests which includes power struggles. Research is exploratory, descriptive, based on case studies and interviews with the automaker’s production director and with another two modular suppliers’ production directors. Some research results show how the automaker employs highly institutionalized mechanisms and routines that are capable of controlling and homogenizing the behavior and performance of parts suppliers. These mechanisms are not limited merely to the formal aspects of relationships, but also to its informal aspects (relationships, trust, rules, etc), capable of institutionalizing various production practices and of stabilizing relationships within the coordination of plant activities. The article points to the paradox of the socially embedded agency, to control and to homogeneity present in interorganizational relationships. The article also contributes to the understanding of how socially embedded aspects are present in coordination processes between companies.pt_BR
dc.format.extentp. 379-399pt_BR
dc.format.mediumDigitalpt_BR
dc.identifier.doihttps://doi.org/10.7819/rbgn.v15i49.1585pt_BR
dc.identifier.issn18064892pt_BR
dc.identifier.issue49pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/4179
dc.identifier.volume15pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherFECAPpt_BR
dc.relation.ispartofRevista Brasileira de Gestão de Negócios - RBGNpt_BR
dc.rights.licenseO INSPER E ESTE REPOSITÓRIO NÃO DETÊM OS DIREITOS DE USO E REPRODUÇÃO DOS CONTEÚDOS AQUI REGISTRADOS. É RESPONSABILIDADE DOS USUÁRIOS INDIVIDUAIS VERIFICAR OS USOS PERMITIDOS NA FONTE ORIGINAL, RESPEITANDO-SE OS DIREITOS DE AUTOR OU EDITORpt_BR
dc.subjectIsomorfismo institucionalpt_BR
dc.subjectCampospt_BR
dc.subjectControlept_BR
dc.subjectRedes e relaçõespt_BR
dc.subjectinterorga nizacionaispt_BR
dc.subject.keywordsInstitutional isomorphismpt_BR
dc.subject.keywordsFieldspt_BR
dc.subject.keywordsControlpt_BR
dc.subject.keywordsInterorganizational networks and relationshipspt_BR
dc.titleIsomorfismo e Controle Institucional em uma Planta Modular da Indústria Automobilísticapt_BR
dc.title.alternativeIsomorphism and Institutional Control in a Modular Plant of the Automotive Industrypt_BR
dc.title.alternativeIsomorfismo Institucional y Control en una Planta Modular de la Industria Automotrizpt_BR
dc.typejournal article
dspace.entity.typePublication
local.subject.cnpqCiências Humanaspt_BR
local.subject.cnpqCiências Sociais Aplicadaspt_BR
local.typeArtigo Científicopt_BR
relation.isAuthorOfPublication6a78e139-d40f-41eb-b258-6922f24afda5
relation.isAuthorOfPublication.latestForDiscovery6a78e139-d40f-41eb-b258-6922f24afda5
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
R_Artigo_2013_Isomorfismo e Controle Institucional_TC.pdf
Tamanho:
410.43 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
R_Artigo_2013_Isomorfismo e Controle Institucional_TC
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
license.txt
Tamanho:
282 B
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: