O que explica o desempenho do Brasil no PISA 2015?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Autores
Di Pietra, Giovanni Avila Cardoso
Sassaki, Alex Hayato
Komatsu, Bruno Kawaoka
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Artigo Científico
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este artigo procura explicar o fraco desempenho dos alunos brasileiros no PISA 2015 explorando o fato de que nesse ano as provas foram feitas em computadores. Mostramos que os brasileiros apresentam um forte declínio de desempenho ao longo da prova e propomos uma nova medida desse decaimento usando a descontinuidade de acertos antes e depois do intervalo que existe durante a aplicação da prova. Mostramos que esse decaimento ocorre porque os alunos brasileiros gastam muito tempo nas questões iniciais e não alcançam as últimas questões em cada bloco. Apesar do desempenho ruim nesse indicador não cognitivo, o fraco desempenho brasileiro é explicado essencialmente pela dificuldade nas questões iniciais, salientando uma desvantagem nas habilidades cognitivas e/ou na experiência em fazer esse tipo de prova em computador com relação aos alunos dos outros países.

Titulo de periódico
Revista Brasileira de Economia (RBE)
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação