Vasta Educação: Estudo de Caso sobre a sua Oferta Pública Inicial (IPO)

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Adalto Barbaceia Gonçalves
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho consiste em um estudo de caso sobre IPO da Vasta Educação, companhia que abriu seu capital na Nasdaq em julho de 2020 e sofreu forte desvalorização (em 20-Set-2021, suas ações haviam perdido 74,8% de seu valor em relação a seu IPO). Por meio de uma entrevista com o analista da Goldman Sachs que participou desse deal, foi possível entender o racional por trás das decisões de listagem tomadas e concluir que tais escolhas, ao aumentarem a demanda, credibilidade e liquidez das ações da Vasta, possibilitaram a precificação de sua oferta acima da faixa indicativa sem que seu preço caísse de forma abrupta em seu primeiro dia de negociação (queda de 0,79%), indicando que a demanda praticamente se igualou à oferta de US$19,00/ação. Além disso, acredita-se essa sobreprecificação pode ter afastado os investidores de longo prazo do IPO, aumentando a volatilidade dos papéis da companhia e potencializando sua forte desvalorização. Por fim, este estudo comparou o desempenho das ações da Vasta com o de seus principais peers desde seu IPO até o dia 20-Set-2021, concluindo que a Vasta teve, de fato, uma underperformance. Isso é explicado, majoritariamente, pelos resultados operacionais ruins divulgados pela companhia, a qual apresentou, no 2T21, diminuições de receita e de EBITDA em relação a 2019 e retornos (ROE e ROIC) negativos.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Adalto Barbaceia Gonçalves
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação