O programa de compliance e os limites sob a ótica trabalhista da condução de investigação interna sobre preocupações reportadas em face de empregados da própria empresa.

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Roque, Pamela Gabrielle Romeu Gomes
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho trata de um tema que se encontra em evidência nas mídias do país qual seja: Compliance. As empresas, cada vez mais, se preocupam com criação e a efetivação de Programas de Compliance pautados, em especial, nos Pilares de Detecção e Proteção. Os empregados são os “olhos” da empresa e, por isso, são a principal fonte para reportar preocupações sobre Compliance, uma vez que eles estão na linha de frente da atividade da companhia e, daí vem a importância de um canal de denúncia que garanta o sigilo e anonimato, ou seja, que garanta a proteção do empregado. O presente trabalho se propõe a analisar as questões trabalhistas envolvidas nas investigações de tais denúncias a serem realizadas internamente pela empresa de modo a sugerir boas-práticas para que as empresas treinem os empregados sobre os Procedimentos Internos investigativos, bem como sugestões para a realização das investigações propriamente ditas.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Roque, Pamela Gabrielle Romeu Gomes
Área do Conhecimento CNPQ
Citação