Mobilidade entre ocupações e efeitos salariais

Carregando...
Imagem de Miniatura
Autores
Flori, Priscilla Matias
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Artigo Científico
Data
2008
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho tem o objetivo de analisar a mobilidade entre ocupações no mercado de trabalho brasileiro, procurando identificar seus efeitos sobre o salário. Apesar de sua importância, esse assunto tem recebido pouca atenção na literatura sobre a desigualdade de renda no Brasil. Primeiramente, faz-se uma breve descrição dos dados para as seis ocupações que serão utilizadas – dirigentes, profissionais das ciências e das artes, técnicos de nível médio, trabalhadores de serviços administrativos, dos serviços e da produção. Percebe-se que a ocupação que mais emprega é a de trabalhadores dos serviços, porém, também é a que abriga maior quantidade de indivíduos com baixo nível de escolaridade e a que apresenta menor remuneração. Na seqüencia, analisa-se o prêmio salarial associado a cada ocupação após controlar por efeitos fixos individuais dos trabalhadores, investigando o que acontece com a variação salarial do indivíduo na medida em que transita entre as ocupações. Os resultados mostram que a ocupação que mais atrai trabalhadores é a de dirigentes e as maiores perdas salariais ocorrem ao se transitar para a ocupação de trabalhadores dos serviços. Portanto, conclui-se que a ocupação tem efeitos importantes na desigualdade e no mercado de trabalho no Brasil.

Titulo de periódico
Não informado
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação