Seleção de portfólio e investimentos socialmente responsáveis: uma aplicação aos ativos americanos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Vem se tornando cada vez mais popular dentro do universo dos investimentos, pautas relacionadas aos investimentos socialmente responsáveis. Além dos fatores tradicionais de risco e retorno, cada vez mais os impactos positivos e negativos sócio ambientais e de governança – ESG (Environmental, Social and Governance) – tem sido incorporados na decisão de investimento. Entretanto, a literatura de finanças ainda é inconclusiva sobre a existência de um trade-ff entre sustentabilidade e retorno ajustado ao risco, ou seja, se a incorporação de sustentabilidade nas aplicações financeiras implicará num retorno ajustado aos riscos de mercado mais baixo. Ao longo desse processo, cada vez mais o ESG é tratado como sendo um fator de risco. Alguns afirmam que isso se dá pelo fato de que a redução de externalidades negativas atreladas à fatores sócio ambientais e de governança mitiga riscos de longo prazo da companhia. Por outro lado, há uma visão de que o crescimento da preocupação de investidores, consumidores e dos governos sobre essas pautas implica em um movimento de penalização de empresas com práticas menos sustentáveis, o que faz com que boas práticas ESG minimizem os riscos de penalização. O objetivo do presente trabalho é testar essa questão no ambiente americano. Para isso foram analisadas séries de retorno das ações presentes no índice S&P100, entre janeiro de 2015 e outubro de 2020. Utilizou-se como medida de sustentabilidade o rating ESG do Sustainalytics, e o retorno ajustado ao risco foi estimado através do modelo de Carhart (1997). O artigo encontrou uma relação positiva entre a proxy ESG e o retorno das ações analisadas, em boa parte dos modelos propostos. Quando feito o modelo de fator de risco, o artigo não encontrou resultados estatisticamente significantes que permitissem tomar conclusões sobre a relação do ESG com o retorno ajustado ao risco.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação