Salário mínimo ou educação: qual o principal determinante da queda da desigualdade de renda no Brasil entre 2002 e 2013?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2015
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O Brasil figura entre as maiores economias do mundo, apesar de possuir uma alarmante desigualdade de renda. Porém, nos últimos anos, verificou-se um declínio considerável nessa desigualdade. Com a estabilização econômica alcançada após o plano real, o mercado de trabalho brasileiro passou por uma série de reajustes, destacando-se o acelerado avanço real do salário mínimo. Além disso, observou-se um aumento da escolaridade média do brasileiro, que passou de 6,3 anos de estudo em 2002 para 7,8 anos em 2012. Com base nisso, este estudo visa avaliar, por meio de uma análise contrafactual simples, qual foi o principal determinante da queda da desigualdade salarial no período entre 2002 e 2013: o aumento do salário mínimo ou da escolaridade. Este trabalho conclui que o avanço da educação foi o principal responsável pela redução da desigualdade no período, mas que o aumento do salário mínimo também contribuiu para essa queda.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Madalozzo, Regina Carla
Moita, Rodrigo Menon Simões
Área do Conhecimento CNPQ
Citação