Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/750
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Salário mínimo ou educação: qual o principal determinante da queda da desigualdade de renda no Brasil entre 2002 e 2013?
Authors: Matavelli, Ieda Rodrigues
Examination board: Madalozzo, Regina Carla
Moita, Rodrigo Menon Simões
Advisor: Menezes Filho, Naercio Aquino
Publication Date: 2015
Original Abstract: O Brasil figura entre as maiores economias do mundo, apesar de possuir uma alarmante desigualdade de renda. Porém, nos últimos anos, verificou-se um declínio considerável nessa desigualdade. Com a estabilização econômica alcançada após o plano real, o mercado de trabalho brasileiro passou por uma série de reajustes, destacando-se o acelerado avanço real do salário mínimo. Além disso, observou-se um aumento da escolaridade média do brasileiro, que passou de 6,3 anos de estudo em 2002 para 7,8 anos em 2012. Com base nisso, este estudo visa avaliar, por meio de uma análise contrafactual simples, qual foi o principal determinante da queda da desigualdade salarial no período entre 2002 e 2013: o aumento do salário mínimo ou da escolaridade. Este trabalho conclui que o avanço da educação foi o principal responsável pela redução da desigualdade no período, mas que o aumento do salário mínimo também contribuiu para essa queda.
Keywords in original language : Desigualdade de renda
Análise contrafactual
Salário mínimo
Educação
Income inequality
Counterfactual analysis
Minimum wage
Education
Abstract: Brazil ranks among the top economies in the world, despite having astonishing income inequality. However, in recent years, there has been a considerable decline in inequality. With the economic stabilization achieved by the real plan, the Brazilian labor market underwent a series of adjustments, accelerating the growth of the minimum wage. Additionally, there was an observed increase in the educational level of the average Brazilian, which went from 6,3 years of schooling in 2002 to 7,8 years in 2012. The present study aims to determine by a simple counterfactual analysis whether was the minimum wage or the increase in years of schooling was responsible for the reduction in inequality. This paper concludes that the advancement of education was the main determinant for the drop in inequality and the increase in the minimum wage also contributed.
Language: Português
Copyright: Todos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ieda Rodrigues Matavelli_Trabalho.pdfTEXTO COMPLETO1.08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Ieda Rodrigues Matavelli_AutorizaçãoAluno.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO518.92 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.