Análise do nível ótimo de reservas internacionais para alguns países emergentes

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A tendência ascendente no nível de reservas internacionais nos últimos 20 anos principalmente em países emergentes, fez a discussão sobre o papel destas para a economia de seus respectivos países voltar a ser tema de várias publicações acadêmicas. Assim, este trabalho estima, baseado na metodologia utilizada no artigo de Calvo et al (2013), o nível ótimo de reservas internacionais para alguns países emergentes através de um modelo econométrico em que as reservas afetam tanto a probabilidade de paradas bruscas de fluxo de capital quanto o tamanho do impacto da crise na economia. Além disso, é considerado o custo associado à manutenção destas reservas. Identificamos que desvios da tendência da taxa de câmbio real aumentam a probabilidade de crise no ano seguinte a observação e que são significantes na magnitude do custo da crise. Encontramos que o nível de reservas como percentual da dívida externa total é estatisticamente significante dependendo das variáveis utilizadas na regressão da probabilidade de crise e no custo dela. Neste último, a regressão indica que a cada 10 pontos percentuais de aumento no nível de reservas pela dívida externa total diminui em quase 1 ponto percentual o custo da crise. Assim, computamos o nível de reservas que minimiza uma função perda, em que consideramos a probabilidade de crise, o impacto na economia caso ela ocorra e os custos relacionados a esta proteção.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação